Concurso: um Hino para o Centenário

Concurso: um Hino para o Centenário



REGULAMENTO

DO OBJETIVO
Art. 1º O Concurso para a escolha do Hino do CIC (letra e música) tem por objetivo expressar alegria e gratidão pela presença do Carisma Concepcionista em Passos, pelo legado de Carmen Sallés e pelo bem realizado ao longo de 100 anos.

DA INSCRIÇÃO
Art. 2º A inscrição do trabalho será feita no colégio, mediante preenchimento de formulário próprio, no período de 25/01/2017 a 28/02/2017, e com entrega do material, de acordo com este Regulamento.
§1º A assinatura do concorrente, na ficha de inscrição, implicará na aceitação plena das condições estabelecidas neste Regulamento;
§2º Para a identificação, o concorrente receberá um número de protocolo de inscrição.

DA PARTICIPAÇÃO
Art. 2º Poderão participar do concurso quaisquer pessoas relacionadas ao colégio e com conhecimento da presença e do desenvolvimento do Carisma Concepcionista em Passos;
§1º Cada concorrente poderá participar apenas com um trabalho, mas será admitida a parceria, que deverá constar expressamente na ficha de inscrição;
§2º Os trabalhos deverão ser entregues no ato de inscrição, mediante recibo de entrega, no local e horário de expediente divulgado pelo Colégio Imaculada Conceição;
§3º O concorrente não poderá registrar, sob pena de desclassificação, qualquer tipo de identificação em nenhuma parte do trabalho, inclusive nos envelopes que venha utilizar para entrega do material. A Comissão Organizadora utilizará os números de protocolo de inscrição, como identificação dos participantes.

DA APRESENTAÇÃO DO TRABALHO

Art. 3º Os trabalhos deverão ser apresentados de forma padronizada, observando-se rigorosamente as normas descritas a seguir, de modo a se obter o máximo de uniformidade, preservando o sigilo de autoria até o final do julgamento, permitindo à Comissão Julgadora a avaliação comparativa dos trabalhos.
§1º O concorrente deverá entregar a música gravada em CD ou pendrive, juntamente com a cópia da letra em 3 (três) vias editadas e impressas por meio digitalizado em papel A4, fonte Arial Narrow, em tamanho 12, sem rasuras, emendas, borrões e entrelinhas ou qualquer outro sinal que prejudique a análise da Comissão Julgadora;
§2º As cópias das letras impressas receberão um número de inscrição do autor, sendo vedada a identificação nominal do concorrente;
§3º Os participantes deverão entregar as fichas de inscrição e cópias autênticas dos documentos pessoais, em um envelope papel pardo, sem lacre e identificação, juntamente com a mídia da música e as cópias da letra. O mesmo será lacrado e identificado pelo número de inscrição na presença do concorrente.

DA COMPOSIÇÃO DO HINO
Art. 4º A letra deve ser inédita, obedecendo-se aos seguintes critérios:
§1º Ater-se às normas clássicas de versificação, sendo composta de, no mínimo 2 (duas) e no máximo 5 (cinco) estrofes e refrão, de modo a facilitar a composição musical, no que tange a métrica, cadência, rima (facultativa), estrofação e refrão, não podendo conter gírias ou expressões temporárias;
§2º Expressar-se na língua pátria, evitando vícios de linguagem (ambiguidade, rebuscamento vocabular, sintaxe truncada, cacofonias etc.), primando pela clareza e concisão;
§3º Respeitar os aspectos linguísticos literários, a adequação ao tema, a facilidade de comunicação, a gramática correta;
§4º Fica vedada a utilização do apelo exagerado ao sentimentalismo.

DA COMISSÃO JULGADORA
Art. 5º A Comissão Julgadora será composta por pessoas com formação e conhecimento nas seguintes áreas: música, língua portuguesa, comunicação, teologia e Carisma Concepcionista. Ao todo, cinco (5) integrantes farão a avaliação dos trabalhos concorrentes. Estes irão selecionar um vencedor que será comunicado aos participantes do concurso.

DA PREMIAÇÃO
Art. 6º O autor do trabalho classificado e escolhido como o Hino do Centenário do CIC fará jus à premiação no valor de R$ 2.000 (dois mil reais). No caso de haver parceria, o prêmio será dividido entre os autores do hino (letra e música).
§1º Será escolhida apenas uma composição como vencedora, não havendo classificação nem premiação para os demais trabalhos.

DO DIREITO AUTORAL
Art. 7º. O autor do Hino vencedor (letra e música) cederá seus direitos autorais e de propriedade intelectual ao Colégio Imaculada Conceição, com pleno direito sobre o seu uso e modificação, gratuitamente e de forma irretratável e irrevogável.

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 8º. Para fins de validação deste concurso, exige-se o mínimo de cinco inscrições.
Art. 9º. A inobservância das normas do regulamento acima descritas, implicará na imediata desclassificação do candidato.
Art. 10º Os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos, conforme o caso e área temática, pela Equipe Organizadora do concurso.
Art. 11º Os trabalhos não selecionados serão arquivados pela Direção Geral do Colégio Imaculada Conceição.

Passos/MG
6 de janeiro de 2017

Irmã Catarina Salviano
Diretora Geral

» Clique aqui para visualizar versão » Google Docs
» Clique aqui para baixar versão » PDF

 

Hino

 

 
 
rodape